Nagualismo e compaixão

, por Bruno Born Neto da lista de discussão rastreadores2

Olá guerreiros !

A filosofia nagual passada nos livros de CC deixa claro que compaixão não consta no dicionário deste original sistema cognitico. Muitas vezes refletí sobre isto pensando que este treinamento de guerreiros podería levar o postulante a uma certa frieza e distanciamento se não bem compreendido os ensinamentos.

O que me parece é que esta visão estratégica de manutenção de nossa energia, que considero magnífica, de fato dá a impressão de uma certa insensibilidade perante o mundo, quase uma alienação, quando na verdade é apenas uma concentração no eu e suas possibilidades energéticas.

Até por temperamento, me identifico com esta visão, mas, o grande perigo é não compreendermos a fundo os conceitos e entrarmos possivelmente em estados psicóticos lamentáveis que, nos dias de hoje, parece ser muito comum em praticantes afoitos de diversos segmentos espirituias.

E tb não perdermos o bom humor e alegría, o que parece não faltava a Dom Juan e seus guerreiros, e nós?

Intento!

5 comentários:

Anônimo disse...

Olá Bruno, acredito que o difícil realmente seja encontrar o justo-meio em tudo, e parece que era exatamente isso que Dom Juan queria dizer quando falava em "loucura controlada", quer dizer; saber que o que estamos fazendo para sobreviver é somente um papel que interpretamos para a sociedade, mas devemos fazê-lo com seriedade sem levarmos a sério, pois esse não é o nosso objetivo real...
Com respeito,

Satyavan disse...

Olá irmão, beleza?
Na sincronicidade do tempo escrevi sobre este mesmo tema nesta semana, uma vez que o lugar da compaixão sofreu um abalo na minha mente, ou um deslocamento do ponto de aglutinação!
Compartilho com vc minhas impressões:

http://monadictalk.blogspot.com/2009/02/virtudes-da-coragem-no-caminho-do.html

Força no Intento!
Abração
Satyavan

Satyavan disse...

Seven Arrows

At birth, each of us is given a particular Beginning Place within these Four Great Directions on the Medicine Wheel. This Starting Place gives us our first way of perceiving things, which will then be our easiest and most natural way throughout our lives. But any person who perceives from only one of these Four Great Directions will remain just a partial man. For example, a man who possesses only the Gift of the North will be wise. But he will be a cold man, a man without feeling. And the man who lives only in the East will have the clear, far sighted vision of the Eagle, but he will never be close to things. This man will feel separated, high above life, and will never understand or believe that he can be touched by anything. A man or woman who perceives only from the West will go over the same thought again and again in their mind, and will always be undecided. And if a person has only the Gift of the South, he will see everything with the eyes of a Mouse. He will be too close to the ground and too near sighted to see anything except whatever is right in front of him, touching his whiskers.

nico Cake disse...

oi eu teve problemas com isso justamente. Me afaste da minha familia e dei meus instrumentos musicaes de trabalho para perder a importancia pessoal, mas agora voltei para isso tudo porque depoir de varios meses nao consegui e fiquei obsesionado acho preciso ayuda
por favor nicolascake@gmail.com

Anônimo disse...

BOA noite guerreiros (as)... como vcs estão?

Depois de uma vida de busca encontrei um nagual chinês, um verdadeiro homem de conhecimento.

Deixem o espírito lhes guiar e nos encontre todos os domingos das 08:00 as 10:30 no parque do Ibirapuera.

PS. Nem preciso mencionar... rs para informar todos os guerreiros (as) que vcs conhecem.

Um forte abraço.

Praticas Toltecas Essenciais